Alimentação desregrada, tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas e exposição ao sol deficiente sãohábitos que tornam as mulheres cada vez mais propensas à osteoporose. No dia 20 de outubro é comemorado o Dia Mundial de Combate à Osteoporose, que tem como objetivo explicar como a doença funciona, quem tem mais riscos de sofrer com ela e como evitar o problema.
    A osteoporose é uma doença que se caracteriza por um aumento da fragilidade dos ossos, devido à perda de massa óssea que se acelera na menopausa. Este processo é um processo natural ocorre a partir dos 30 anos, de forma lenta e gradual, tanto para mulheres quanto para homens, piorando a qualidade de vida e trazendo muitos desconfortos à saúde.
   O principal problema da osteoporose é que ela prejudica a sustentação da estrutura do corpo. É uma doença que merece atenção de todos, principalmente das mulheres, pois chega de mansinho e quando percebemos já ocorreu a primeira fratura. Existem alguns grupos de pessoas que correm mais risco de desenvolver o problema, como:
– mulheres que se encontram na menopausa;
– mulheres da raça branca são mais propensas do que as negras; 
– pessoas que fumam e consomem bebidas alcoólicas; 
– pessoas sedentárias; 
– pessoas com deficiência nutricional, principalmente de cálcio e vitamina D; 
– pessoas com baixo peso e com histórico familiar de osteoporose e diabetes.
Prevenção é o melhor caminho
       Não podemos alterar os efeitos que o envelhecimento traz pro nosso corpo, mas podemos, sim, reduzir esses riscos. O consumo de vitamina D e cálcio diariamente é uma das maneiras mais importantes de diminuir o risco de osteoporose, pois os ossos constantemente se renovam com o auxílio do cálcio.
    Um adulto deve consumir 1000mg de cálcio/dia. No entanto, a mulher que já tiver passado da menopausa deve aumentar a ingestão pra 1500 mg/dia. O cálcio pode ser encontrado em alimentos como o leite (desnatado ou integral), queijo, iogurte, sardinha e brócolis. O leite de soja também uma fonte rica em cálcio.
     Já vitamina D, que é essencial pra absorção de cálcio no nosso organismo, pode ser encontrada na manteiga, gema de ovo, fígado e nata. É importante lembrar que para o organismo absorver a vitamina D é necessário expor-se ao sol nos horários mais seguros: até às 10h da manhã e após às 16h.
     Além de redobrar os cuidados com a alimentação, a pessoa com osteoporose ou que tenha histórico familiar da doença deve praticar exercícios físicos. Também é importante evitar o fumo e a ingestão de bebidas alcoólicas, que contribuem para a perda óssea quando consumidos regularmente.
Fonte: Bem LeveCurta Nossa FanPage e Compartilhe Saúde NutriDicas