Entenda porque ter um sono adequado contribui para prevenir a obesidade.

   Com a correria do dia a dia, as exigências da sociedade moderna – com serviços que devem funcionar 24h, trabalho, internet, globalização…– foi se intensificando o desencontro entre os horários convencionais e os criados para atender necessidades específicas, além da redução nas horas de sono.
   Essa dessincronização pode levar a distúrbios do ritmo circadiano, iniciando pelo ritmo vigília-sono.
   Na maioria dos casos, o corpo humano é exposto ao estresse contínuo a partir de tentativas de se adaptar, o mais rapidamente possível, às diferentes horas de trabalho, viagens ou noites sem dormir.
   Estudos recentes mostram que alterações neste ritmo influenciam aspectos relacionados à ao equilíbrio das funções do corpo, como o controle da glicemia, a liberação dos hormônios responsáveis pela fome e saciedade e o controle do peso.
   Uma pessoa com distúrbio do sono fica indisposta e sonolenta o que dificulta a prática de atividade física e as alterações metabólicas dificultam a perda de peso e diminuem o gasto de energia.
   Estudos demonstraram que a privação de sono leva ao aumento da fome e maior consumo de alimentos ricos em gordura e em carboidratos isso pode ser um resultado da alteração dos hormônios que regulam a fome, como a grelina e a leptina.
   

   Durante o sono, os níveis de leptina aumentam, sinalizando que temos energia suficiente para o momento. Na privação de sono esta regulação passa a diminuir os níveis de leptina, resultando assim em aumento da fome e do armazenamento das calorias ingeridas.
   O outro hormônio relacionado ao sono e ao peso é a grelina que é responsável por informar ao cérebro quando você precisa comer.
   Durante o sono, os níveis de grelina diminuem, porque ao dormir você requer bem menos energia do que quando está desperto.
   Pessoas que não dormem o suficiente acabam tendo muita grelina. O corpo interpreta que estaria com fome e precisando de mais calorias. Assim, automaticamente, começa a economizar e reduz a queima de calorias. Por isso preste atenção à duração e qualidade de seu sono, ele pode ser um fator importante para o controle do seu peso.

Dicas para ter uma boa noite de sono:
• Faça refeições leves no período da noite: Escolha alimentos como verduras, legumes e pequenas porções de grãos e massas. Se for um lanche, opte por pães integrais com patês ou geléias, evitando os recheios gordurosos e “pesados”.

• Se estiver com dificuldades para dormir, tome uma bebida quente: Leite morno ou um chá são ótimas opções.

• Para se sentir mais tranqüilo, você pode tomar chás ou cápsulas à base de Passiflora ou Mulungu, são plantas que têm efeito sedativo, acalmando naturalmente. Essa plantas fitoterápicas acalmam durante o dia e proporcionam um sono mais tranqüilo.

• Pratique exercícios físicos: Eles ajudam na liberação de certos hormônios que regulam o sono e deixarão seu corpo cansado na hora de dormir.

• Evite dormir logo após o jantar, o ideal é dar um intervalo de 3 horas antes de dormir

Fonte: Emagrecendo
Curta Nossa FanPage e Compartilhe Saúde: NutriDicas
Siga-nos também no Twitter e fique por dentro das Publicações
Siga também Simone Epifanio